Notícias -Lançamentos

VW lança o T-Cross no Brasil

O SUV compacto da VW chega ao mercado brasileiro em quatro versões sendo: Be Practical, Be Intuitive, Be Cool, Be safe. Seus preços partem de R$ 84.990 à R$ 109.990

Segundo pesquisas da própria montadora alemã o consumidor quer um veículo “Prático”, com mais espaço e flexibilidade; “Descolado” – com design marcante e que permita personalização; “Intuitivo” – digital e conectado; “Seguro” – que ofereça o máximo de segurança tanto para os ocupantes quanto para o trânsito em geral. Sua versões são as seguintes:

 

 

Be Practical: O T-Cross mede 4.199 mm de comprimento e 1.568 mm de altura (9 mm mais alto que o T-Cross europeu. Na versão Highline 250 TSI, são 11 mm a mais, com 1.570 mm). A distância entre os eixos do modelo produzido no Brasil é também maior: 2.651 mm (88 mm a mais do que a distância entre-eixos do T-Cross europeu).
 
O novo SUV oferece espaço surpreendente na cabine. Um dos elementos responsáveis por isso é a Estratégia Modular MQB – que permite grande flexibilidade de construção graças aos parâmetros variáveis (entre eles, a distância entre-eixos e as bitolas). A posição de dirigir é mais elevada, típica de SUVs, o que colabora para melhorar o espaço interno.
 
A capacidade do porta-malas do T-Cross é excelente (o volume é variável entre 373 e 420 litros). O encosto rebatível do banco do passageiro dianteiro oferece ainda mais flexibilidade.
 
Além de sensores dianteiro e traseiro para estacionamento, o T-Cross também pode ser equipado com o sistema “Park Assist 3.0”, que permite o estacionamento autônomo em vagas paralelas e transversais – e agora com a função de freio de manobra.
 
Be Cool: O design é arrojado. A parte dianteira destaca-se por sua altura; o design é carismático, com uma grade ampla e faróis de LED integrados e diferencia-se do desenho do modelo europeu – aqui nota-se a influência direta dos designers brasileiros e da estratégia de regionalização adotada pela empresa.
 
Também responsável por essa altura acentuada é a tampa do compartimento do motor. A região inferior da parte dianteira distingue-se por detalhes como os faróis de neblina inseridos de modo marcante.
 
Todas as versões do T-Cross são equipadas com luz de condução diurna (DRL) em LED, integrada ao farol de neblina. Haverá oferta de faróis full-LED para o T-Cross – neste caso, a luz de condução diurna encontra-se na própria carcaça do farol.
 
Nas laterais, uma linha característica acentuada divide os espaços. Atrás, ela forma uma seção dos ombros impactante, e assinala na traseira um novo elemento de design da Volkswagen: a faixa de refletores estendida transversalmente na parte traseira e emoldurada por um painel preto.
 
São oito as opções de cores para a carroceria: branco puro, preto ninja, prata sargas, cinza platinum, vermelho crimson, azul norway e as novas laranja energetic e bronze namibia.
 
O T-Cross também pode ser equipado com teto solar panorâmico “Sky View” – dois painéis de vidro que abrangem mais da metade da área do teto do carro (a seção dianteira pode ser aberta eletricamente). Coberturas para o painel integram o estilo jovial e completam o interior do veículo, projetado de forma explicitamente generosa para esta classe. Outro destaque no interior do T-Cross é a iluminação ambiente em LED. Há luzes na região dos pés, no centro do console, no painel e nas maçanetas.
 
O T-Cross terá disponível o sistema de som “Beats”, de alta fidelidade sonora, com sete alto-falantes (incluindo um sub woofer no porta-malas) e potência é de 300W RMS.
 
Be Intuitive: O T-Cross inclui, opcionalmente, um sistema de Infotainment com tela sensível ao toque (touchscreen) de 8 polegadas e o painel de instrumentos digital “Active Info Display” de última geração.
 
No Active Info Display, os instrumentos são implementados virtualmente via software. Somente as luzes/ícones na borda inferior do mostrador são instalados em hardware. Informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,25 polegadas, do tamanho de um tablet. Sua resolução de 1.280 x 480 pixels permite gráficos extremamente precisos e de alta qualidade. Por exemplo, o modo de navegação: nesse caso, o velocímetro e conta-giros são deslocados para os lados, a fim de criar mais espaço para o mapa.
 
As informações sobre as funções de condução, de navegação e de assistência podem ser integradas em áreas gráficas do velocímetro e conta-giros, conforme necessário. Dados exibidos no console central pelo sistema de infotainment, também podem ser exibidas no Painel Digital Programável. Além disso, o T-Cross poderá ser equipado com “Seletor do perfil de condução”, para o motorista ajustar a experiência de direção entre os modos “normal”, “ecológico”, “esportivo” ou “individual”.
 

Be Safe: A influência positiva da Estratégia Modular MQB revela-se em todas as áreas do T-Cross. Graças à MQB, o SUV é um dos veículos mais seguros de sua classe – o que é garantido pela utilização de aços de ultra-alta resistência e conformados a quente, pelos seis airbags (dianteiros, laterais e do tipo “cortina”) e uma gama ampla de sistemas de assistência.
 
Todas as versões são equipadas de série com ESC – Controle eletrônico de estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.
 .



Galeria de Fotos


Comentários



Assine nossa newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as ultimas notícias do mundo automotivo direto em sua caixa de e-mail.