Notícias -Motos

Versão XR é Tiger 800 mais 'pelada' e acessível

Por R$ 37.990, modelo é bigtrail de 800cc mais em conta do mercado, mas abre mão de diversos equipamentos. Vale a economia?
Modelo de entrada da linha Tiger 800 da Triumph, a XR tem a mesma base mecânica e ciclística do restante da família aventureira, mas não traz diversos acessórios, incluídos como itens de séries nas versões mais caras. Mesmo assim tem freios ABS e controle de tração de série por R$ 37.990. Um preço atraente quando comparado a XRx, mais completa, cotada a R$ 42.990. O valor também é menor em relação às concorrentes, como a BMW F 800GS, vendida por R$ 43.350. 
Atualmente, a Tiger 800 XR é a mais acessível no segmento bigtrail nessa faixa de cilindrada. Uma opção interessante, por um preço convidativo. Mas vale a pena economizar ou gastar mais para adquirir uma versão mais completa? Confira o que você leva e o que abre mão ao optar por esta Tiger 800 “básica”.
O que tem
Embora seja a mais em conta, a Tiger 800 XR está longe de ser uma moto básica ou pelada. A versão também recebeu as melhorias feitas à família para 2015, como o face-lift e as mudanças ergonômicas. O motor de três cilindros e 800cc rende os mesmos 95 cv a 9250 rpm e oferece torque de 8,06 kgf.m a 7.850 rpm. 
As melhorias internas e o novo acelerador eletrônico deixaram o funcionamento do tricilíndrico ainda mais “liso”. Segundo a Triumph, a nova alimentação está mais eficiente: rodamos 19 km com um litro de gasolina – na anterior as médias ficavam em 15 km/l. 
Tudo semelhante ao modelo top. Na ciclística também. Equipada com rodas de liga de alumínio – aro 19 na dianteira e 17 na traseira – a XR tem garfo invertido Showa, na dianteira, e monoamortecedor com ajuste na pré-carga da mola, na traseira. O acerto do conjunto é mais firme e permite boas inclinações nas curvas com segurança. Discos e pinças de freio também são os mesmos da XRx com sistema ABS (desligável) de série. Até aí você não perdeu nada. 
O que não tem
Ao montar nesta Triumph já se nota a ausência dos protetores de mão, itens de série na XRx. O para-brisa não oferece ajuste, o que pode incomodar pilotos mais altos. E nem o banco é do tipo conforto com camada extra de gel para piloto e garupa. Embora tenha regulagem em duas posições (810/830 mm), faz falta se você for fazer uma viagem muito longa. O cavalete central, que poderia lhe ajudar a regular e lubrificar a corrente, também não vem de série. 
Na hora de dar partida, o punho direito denuncia outra “economia” da XR: o nicho reservado para o cruise control (piloto automático) está vazio. Útil em longas viagens, o piloto automático não equipa essa versão de entrada. Outra ausência eletrônica são os três modos de pilotagem, presentes nos modelos mais caros da linha Tiger e que permitem ajustar mapas de aceleração, freios ABS, e controle de tração apenas com um toque de botão. 
Na mais básica XR, pode-se somente ligar ou desligar o ABS e o controle de tração. Também não há o modo off-road, que altera os parâmetros ao pilotar na terra. O que, na minha visão, é a ausência menos sentida. 
O painel também não traz o útil e completo computador de bordo dos modelos mais sofisticados. Há somente conta-giros analógico e, na tela digital, velocímetro, dois hodômetros, relógio e temperatura.
Vale a pena a economia?
O preço de R$ 37.990 da Tiger 800 XR é atraente para quem procura uma bigtrail de 800cc, afinal há 5.000 motivos a favor dessa versão em relação a XRx, vendida a R$ 42.990. Mas vale a pena economizar ou investir em um modelo mais completo?
A resposta depende do que você deseja fazer com a moto. Quer uma bigtrail para rodar na cidade quando cansar do carro e ainda ter uma moto com desempenho e conforto para se divertir com os amigos no final de semana? Nem pense duas vezes: a Tiger 800 XR vai lhe atender muito bem. 
Agora, o seu plano inclui longas viagens, com garupa, bagagem e, quem sabe uma escapada para o Ushuaia? Talvez valha a pena investir um pouco mais e optar pela mais completa Tiger 800 XRx, equipada com acessórios que você gastaria mais do que a diferença entre elas para adquirir.


Galeria de Fotos


Comentários



Assine nossa newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as ultimas notícias do mundo automotivo direto em sua caixa de e-mail.